218 269 333

Horário: 9:00-18:00 (2ª - 6ª)

Back to Top

ENVIO GRATUITO
para encomendas a partir de 49€
ENTREGAS EM 24H
em Portugal
MAIS DE 100.000 CLIENTES
satisfeitos em toda a Europa
PRODUTOS ELABORADOS
em laboratórios certificados UE

3 razões para desintoxicar o seu organismo

03/06/15 07:07

barriga

Se não fossem os fins-de-semana, os aniversários, os copos com os amigos à sexta-feira ou os bolos que os seus colegas teimam em levar tantas vezes para o trabalho talvez não estivesse a pensar que precisa de desintoxicar o seu corpo ou, provavelmente, não teria acumulado alguns quilos a mais que agora não consegue mandar embora...mas talvez não esteja a conseguir ver todas as razões pelas quais não se sente tão saudável como gostaria.

1

Todos os dias sujeitamos o nosso corpo a diversas agressões que mais tarde ou mais cedo acabam por ter efeitos adversos no nosso organismo. Tudo aquilo a que nos expomos diariamente pode ter consequências mais graves do que imagina - lesões em vários órgãos (como rins, fígado ou cérebro) consequência da exposição a toxinas provenientes da poluição, tabaco, álcool ou medicação que, juntamente com a má alimentação, stress e a falta de exercício resultam num trabalho suplementar para alguns órgãos do nosso corpo 1.

2

Existem dois órgãos que são os principais responsáveis pela desintoxicação do organismo: o fígado e os rins são as “armas” de que o corpo dispõe para eliminar as toxinas com que sobrecarregamos o corpo diariamente. Sendo que devemos manter todos os nossos órgãos a funcionar em pleno, cuidar do nosso fígado é então particularmente importante pois ao estar exposto a mais toxinas, este torna-se também um órgão mais vulnerável.

3

Os primeiros sinais de que o fígado pode ter acumulado toxinas em excesso são: fadiga, falta de apetite, náuseas, urina muito escura ou dor do lado direito no quadrante superior da zona abdominal. Este é um problema que afecta em maior escala as mulheres do que os homens e tem na obesidade um dos principais factores de risco 1,2.

Estudos científicos têm demonstrado que para ajudar na preservação de um órgão tão vital com o fígado a alcachofra tem, através do forte efeito antioxidante, um efeito hepatoprotector, ou seja, contribui para a protecção contra lesões nas células do fígado. Para além de proteger as células do fígado o extracto de alcachofra pode também contribuir para a regeneração de tecidos danificados e ajudar a prevenir e a reduzir os depósitos de gordura (colesterol).

A alcachofra tem também características diuréticas o que ajuda a manter o bom funcionamento dos seus rins, o outro órgão essencial para eliminar aquilo que é desnecessário ao organismo 3,4.

Em suma, tudo o que possamos fazer para poupar o nosso fígado vai ajudá-lo a continuar a trabalhar para nos defender de todos os agentes tóxicos a que estamos expostos todos os dias e consequentemente, a reduzir a intoxicação do nosso corpo. Para além de ajudarmos o nosso fígado a manter as suas funções o mais importante a fazer é “não lhe dar muito trabalho”, ou seja, não ter por hábito beber álcool em excesso ou consumir gorduras prejudiciais à saúde.

Em vez de fazer alterações muito radicais e temporárias na sua alimentação porque se sente “intoxicado” e acha que essas restrições lhe vão resolver o problema aquilo que deve fazer é ter uma alimentação mais saudável e evitar que se sinta assim. Não se esqueça que comer de forma muito controlada (muitas vezes até demasiado controlada!) durante uma semana mas depois voltar aos bolos a meio da manhã e aos almoços de fastfood não o vai tornar uma pessoa mais saudável se não alterar a sua alimentação de uma forma permanente. O que lhe vai dar mais saúde é comer bem diariamente e seguir uma alimentação equilibrada e regrada como um estilo de vida.

Patrícia Fernandes
Dietista
Licenciada em Dietética e Nutrição

Referências:

(1)Drug-Related Hepatotoxicity - review article, Victor J. Navarro, M.D., and John R. Senior, M.D. The New England Journal of Medicine, 2006
(2) Pharmacological studies on artichoke leaf extract -An edible herb of Mediterranean origin, Yerram Raju Behara. Journal of Pharmaceutical and Biomedical Sciences, 2011
(3) Hepatoprotective Effect of Artichoke Extract against Pre-cancerous Lesion of Experimentally Induced Hepatocellular Carcinoma in Rats, Ramadan, A., Nehal A. Afifi, Nemat Z. Yassin, Rehab F. Abdel-Rahman, Azza H. M. Hassan, Hany M. Fayed. Life Science Journal, 2014
(4) Protective Effect of Artichoke (Cynarascolymus L.) Leaves and Pulp Extracts Against Carbon Tetrachloride-Induced Acute Hepatotoxicity in Rats, Maha Ahmed Al-Ahdab. WorldAppliedSciencesJournal, 2014

Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado. Não deverá exceder a toma diária recomendada. Manter fora do alcance e da visão das crianças. Este Suplemento Alimentar não é um medicamento. Não tomar em caso de hipersensibilidade a um dos ingredientes. Recomenda-se o consumo de pelo menos 2 litros de água por dia. Não utilizar em caso de gravidez ou lactação. Indivíduos com uma condição médica conhecida devem consultar um médico antes de usar este ou qualquer suplemento dietético.

 


Posted in Conselhos de Nutrição By

Patrícia Fernandes

Post Comments

Enviar Comentários




* Campos obrigatórios

 
 
 
Ana Formafit