218 269 333

Horário: 9:00-18:00 (2ª - 6ª)

Back to Top

ENVIO GRATUITO
para encomendas a partir de 49€
ENTREGAS EM 24H
em Portugal
MAIS DE 100.000 CLIENTES
satisfeitos em toda a Europa
PRODUTOS ELABORADOS
em laboratórios certificados UE

5 dicas para reduzir a zona abdominal

15/09/15 08:41

O Verão está a acabar e em breve estará na altura de voltar ao ginásio. O ideal seria não ter deixado de fazer exercício porque está calor e “não teve tempo” nas férias…mas há quase 2 meses que não treina e agora tem preguiça de voltar. É normal, depois de tantas semanas sem calçar os ténis já sabe que vai ter que suar muito para voltar ao ritmo que tinha antes, mas não há volta a dar vai ter que voltar por isso mais vale parar de adiar e regressar já hoje!

Voltar aos treinos mas não continuar a comer de forma saudável não vai resultar como pretende, por isso, se vai fazer o esforço de treinar depois de um dia de trabalho ou, de acordar mais cedo para fazer uma caminhada, comece a pensar em melhorar já os restantes hábitos que influenciam o seu peso.

Fazer aulas de grupo ou treinar braços e pernas não é um problema, mas tenta sempre escapar aos abdominais e às pranchas mas não devia porque, provavelmente, a maioria da gordura que acumulou foi na zona abdominal. Os riscos para a saúde da gordura em excesso na zona da barriga vão do aumento do risco de doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2 ao cancro da mama nas mulheres 1,2.

A solução é simples: fazer exercício (no mínimo 30 minutos por dia) e melhorar a alimentação, duas soluções que podem ser combinadas com suplementação como CLA. Estudos demonstram que há uma melhoria da composição corporal, em particular na redução de gordura corporal com a toma do ácido linoleico conjugado 3.

Os benefícios na redução da gordura são importantes em todas as zonas do corpo, mas perder aqueles “pneus” na barriga é determinante para a melhoria da saúde, uma vez que os órgãos mais importantes se encontram na cavidade abdominal.

Para ajudar a reduzir o perímetro abdominal:

   1 - comer mais devagar: nunca é de mais lembrar que comer devagar é o primeiro passo para conseguir controlar as doses que ingere, se comer menos, vai acumular menos gordura e reduzir o volume abdominal

   2 - não passar muitas horas sem comer: é mais fácil controlar as porções no prato se não tiver passado a tarde toda sem comer ou se tiver falhado o pequeno-almoço. Lembre-se da regra de ouro: comer várias vezes ao longo do dia em pequenas quantidades;

   3 - não beber refrigerantes e bebidas com gás: refrigerantes significam sempre muitas calorias, bebidas com gás significam sal adicionado. Faça chás ou infusões de vários sabores e utilize para acompanhar as refeições;

   4 - consumir hidratos de carbono complexos: fruta, vegetais e cereais integrais. Associados com fontes de proteína magras são o essencial para uma alimentação saudável;

   5 - consumir menos hidratos de carbono simples: beba café sem açúcar, esqueça as bolachas antes de deitar e elimine aqueles doces todos que tem em casa: chocolates, gomas, bolos, gelados…todos são seus inimigos se quer perder gordura. Deixe estas guloseimas para dias de festa e situações ocasionais ou vai acabar por se tornar dependente destes alimentos.

Tente acompanhar quem partilha a mesa consigo, não aquele que devora o prato, mas aquele familiar ou colega de trabalho que leva mais tempo e que despende pelo menos 15 a 20 minutos a fazer a refeição. Tenha como um “bom amigo” aquele que vai consigo ao ginásio e leva uma maçã extra para o caso de se ter esquecido de levar fruta, fuja dos colegas que levam bolos todas as semanas e que o “obrigam” a provar todas as sobremesas que fazem durante o fim-de-semana.

É mais fácil ser saudável se os que partilham o dia-a-dia consigo também tiverem os mesmos objectivos, se não os têm pode ser você a convencê-los e ser a voz da consciência para os ajudar a não cair em tentação, a ter força para ir a mais um treino. Lembre-se que por mais que eles possam não compreender você só está a zelar pela sua saúde e pelo bem estar daqueles que o rodeiam.

É muito importante que faça exercício, que gaste calorias, mas também que consuma menos e com melhor qualidade. Se controlar aquilo que come vai ter resultados mais rápidos e duradouros no ginásio aumentando a sua motivação e auto-estima!

Patricia Fernandes
Dietista
Licenciada em Dietética e Nutrição

Referências:

(1) Abdominal fat and what to do about it – The Family Health Guide. Harvard Health Publications - Harvard Medical School, 2005.
(2) Visceral Fat. Diabetes.co.uk – the global diabetes community.
(3) Conjugated Linoleic Acid Reduces Body Fat Mass in Overweight and Obese Humans. Henrietta Blankson, Jacob A. Stakkestad, Hans Fagertun, Erling Thom, Jan Wadstein, Ola Gudmundsen. The Joournal of Nutrition, 2000

 

Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado. Não deverá exceder a toma diária recomendada. Manter fora do alcance e da visão das crianças. Este Suplemento Alimentar não é um medicamento. Não tomar em caso de hipersensibilidade a um dos ingredientes. Recomenda-se o consumo de pelo menos 2 litros de água por dia. Não utilizar em caso de gravidez ou lactação. Indivíduos com uma condição médica conhecida devem consultar um médico antes de usar este ou qualquer suplemento dietético.

Posted in Conselhos de Nutrição By

Patrícia Fernandes

Post Comments

Enviar Comentários




* Campos obrigatórios

 
 
 
Ana Formafit