218 269 333

Horário: 9:00-18:00 (2ª - 6ª)

Back to Top

ENVIO GRATUITO
para encomendas a partir de 49€
ENTREGAS EM 24H
em Portugal
MAIS DE 100.000 CLIENTES
satisfeitos em toda a Europa
PRODUTOS ELABORADOS
em laboratórios certificados UE

Colagénio: alimentos para uma pele saudável

08/09/15 07:28

woman face

A alimentação é essencial para todos os sistemas do nosso corpo, incluindo a nossa pele. A maioria de nós nasce com uma pela saudável, mas ao longo dos anos fruto do tabagismo, exposição solar excessiva, álcool, stress e má qualidade de sono a pele começa a demonstrar sinais que vão da secura ao aparecimento precoce de rugas. Aos suspeitos do costume junta-se mais um: a má alimentação é também uma das grandes responsáveis pela degradação da nossa pele. Ou seja, para além daquilo que depende dos seus genes, existem várias medidas que pode tomar para melhorar a saúde, e por consequência, o aspecto da sua pele 1.

É importante perceber que a pele é uma barreira natural do nosso corpo, que nos protege diariamente de várias agressões, sejam microorganismos, químicos ou da acção dos raios ultravioleta. A nutrição tem um papel fundamental no reforço da capacidade que a nossa pele precisa de ter para lutar contra todas as agressões a que está sujeita.

No que diz respeito à sua pele, e a muitos outros aspectos da sua saúde, a variedade da sua alimentação é a chave para os bons resultados. Não existe apenas um tipo de alimento ou grupo alimentar, a variedade é aquilo que pode fornecer todos os nutrientes vitais que possam beneficiar na saúde e ter um efeito anti-envelhecimento 1,2.

A desnutrição, tal como a ingestão excessiva podem prejudicar a fisiologia da pele, por exemplo em indivíduos com excesso de peso há um aumento da transpiração, o que mostra as alterações que existem na função que a pele tem como barreira do nosso organismo. Além disso a obesidade pode alterar a oleosidade da pele, contribuir para alterações na circulação ou alterar o metabolismo do colagénio.

O colagénio é uma proteína de origem animal presente na pele, cabelo, unhas, dentes, ossos, tendões e cartilagens. No início da idade adulta a produção desta proteína, fundamental para a integridade de tecidos e órgãos, diminuiu e pensar em suplementar esse défice torna-se importante nesta fase da vida.

Aconselhado no artigo
bottom-banner

Colageno Maxiplus

Siga os conselhos do artigo e experimente o suplemento de Colageno Maxiplus da FormaFit.

Benefícios do colagénio

- melhoria da firmeza da pele

- prevenção do envelhecimento

- protecção contra danos nas articulações

Para além da suplementação com colagénio a alimentação é sempre a chave para a saúde do nosso corpo 3. Alguns alimentos em particular ajudam a esta melhoria da pele, por potenciarem o seu efeito anti-envelhecimento e a capacidade do corpo produzir e utilizar o colagénio 2. A maioria deles, provavelmente, já farão parte da sua alimentação mas assim pode reforçar o seu consumo:

- frutos vermelhos – maçã, tomate ou morangos ricos em antioxidantes

- azeitonas – fonte de enxofre importante na produção de colagénio 4

- cenouras: ricas em vitamina A que aumenta a produção de colagénio

Numa simples salada é fácil incluir estes três exemplos de alimentos bons para a sua pele – cenoura ralada, maçã em cubos e azeitonas temperadas com vinagre balsâmico é um excelente acompanhamento para um peixe grelhado ou assado no forno.

Incluir alimentos saudáveis é fácil, apenas precisa de lembrar-se diariamente que a sua alimentação é determinante para manter o equilíbrio de todos os sistemas do corpo. Assim, se esta é a altura no ano em que colocamos mais pele à mostra, não se esqueça que comer bem é essencial para ter uma pele mais saudável e mais bonita.

Patricia Fernandes
Dietista
Licenciada em Dietética e Nutrição

Referências:

(1) Skin Health – Food fact sheet. BritishDieteticAssociation. 2013.
(2) Micronutrients and skin health, Micronutrient Information Center – Linus Pauling Institute.
(3)Chemical characteristics and functional properties of collagen, Silva T., Penna A. Revista do Instituto Adolfo Lutz, 2012
(4) Tabela da composição de alimentos, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, 2007

Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado. Não deverá exceder a toma diária recomendada. Manter fora do alcance e da visão das crianças. Este Suplemento Alimentar não é um medicamento. Não tomar em caso de hipersensibilidade a um dos ingredientes. Recomenda-se o consumo de pelo menos 2 litros de água por dia. Não utilizar em caso de gravidez ou lactação. Indivíduos com uma condição médica conhecida devem consultar um médico antes de usar este ou qualquer suplemento dietético.

Posted in Conselhos de Nutrição By

Patrícia Fernandes

Post Comments

Enviar Comentários




* Campos obrigatórios

 
 
 
Ana Formafit