perder barriga

Livrar-se da barriguinha a mais é importante, muito para além de questões de vaidade. O excesso de gordura abdominal, em particular, pode ser um indício de doenças cardíacas, diabetes tipo 2 ou até resistência à insulina. Se a dieta e o exercício já não chegam para perder barriga, as hormonas, a idade e outros factores genéticos podem estar a dificultar ainda mais. Descubra 6 possíveis razões para não estar a perder barriga. Veja se se identifica com alguma e tente corrigi-la. 

 

Está a fazer exercício de forma errada

A corrida ou clássico jogging pós-laboral é excelente para o seu coração, mas exercícios de cardio per se não vão fazer muito pela sua cintura. “Precisa fazer uma combinação de pesos e treino cardiovascular”, diz Sangeeta Kashyap, médica endocrinologista da Cleveland Clinic (EUA). O treino de força aumenta a massa muscular, o que define o seu corpo e queima mais gordura. “Os músculos queimam mais calorias do que a gordura, e, portanto, naturalmente você vai queimar mais calorias durante o dia por ter mais músculo”, diz Kate Patton, um nutricionista registado na Cleveland Clinic. Patton recomenda 250 minutos de exercício de intensidade moderada ou 125 minutos de exercícios de alta intensidade por semana para atingir o objectivo de perder barriga.

 

Está a comer muitos alimentos processados

hamburguer“Os cereais refinados, como pão branco, biscoitos e batatas fritas, bem como açúcares refinados em bebidas açucaradas e sobremesas aumentam o processo de inflamação no corpo”, diz Patton. “A gordura da barriga está associada à inflamação, portanto, comer muitos alimentos processados vai dificultar a sua capacidade de perder barriga”. Os alimentos naturais, como frutas, verduras e cereais integrais estão repletos de antioxidantes, que têm propriedades anti-inflamatórias e podem, desta forma, impedir a formação de gordura na barriga, diz Patton.

 

Está a optar pelas gorduras erradas

O corpo não reage a todas as gorduras da mesma forma. Uma investigação norte-americana correlaciona a alta ingestão de gordura saturada (o tipo de carne e lacticínios) ao aumento da gordura visceral, diz Patton. Por outro lado, as gorduras monoinsaturadas (azeite e abacate) e tipos específicos de gorduras polinsaturadas (principalmente ômega-3, encontrado em nozes, sementes de girassol e peixes gordos como o salmão) têm efeitos anti-inflamatórios no corpo, e se consumidos em porções adequadas faz bem ao corpo. Mas Patton adverte que comer muita gordura de qualquer tipo aumenta a ingestão de calorias e pode levar ao ganho de peso, portanto, aproveite as gorduras saudáveis com moderação se quer perder barriga.

 

A idade não perdoa

Conforme se envelhece, o corpo muda a forma como ganha e perde peso. Tanto nos homens como nas mulheres diminui a taxa metabólica e o número de calorias que o corpo precisa para funcionar normalmente. A acrescentar, as mulheres têm de lidar com a menopausa. “Se as mulheres ganham peso após a menopausa, é mais provável que seja na barriga”, diz Michael Jensen, professor de medicina na divisão de endocrinologia da Clínica Mayo. Na menopausa, a produção de estrogénio e progesterona desacelera. Enquanto isso, os níveis de testosterona também começam a cair, mas a um ritmo mais lento. Essa mudança nas hormonas faz com que as mulheres a armazenem o peso na barriga. A boa notícia: você pode lutar contra este processo e perder barriga.

O stress

Quer perder barriga? Comece por relaxar! Os prazos apertados, contas, trabalho, seja qual for a fonte de stress, tendo muito pode tornar-se mais difícil perder aqueles quilos indesejados, especialmente perder barriga. E não é só porque com stress o teor calórico suba, é também devido ao cortisol, a hormona do stress, que pode aumentar a quantidade de gordura do corpo e ampliar as células de gordura. Níveis mais altos de cortisol estão ligados a mais gordura visceral.

 

Falta de motivação


Está comprometido com o esforço necessário para perder barriga? “Reduzir a gordura da barriga combina uma dieta de baixas calorias, rica em fibras e pobre em carbohidratos e açúcar, juntamente com exercícios e musculação”, refere Patton. “Se está disposto a fazer o trabalho, pode até ultrapassar obstáculos genéticos. Um estudo constatou que uma porção adicional de 14 gramas de fibra por dia pode levar a uma diminuição de 10% na ingestão de calorias e perda de peso de 2 kg a mais em 4 meses.

 

 

Depois de perceber o que está a fazer de errado e de se motivar para perder barriga, pode encontrar na FormaFit suplementos indicados para as gorduras localizadas. Como a Depuralina Gorduras, que tem uma acção ventre liso, ou como a Depuralina Fiber, que é rica em fibras. Se não resiste aos snacks entre refeições, então aconselhamos a Depuralina Cut