218 269 333

Horário: 9:00-18:00 (2ª - 6ª)

Back to Top

ENVIO GRATUITO
para encomendas a partir de 49€
ENTREGAS EM 24H
em Portugal
MAIS DE 100.000 CLIENTES
satisfeitos em toda a Europa
PRODUTOS ELABORADOS
em laboratórios certificados UE

E se soubesse que 3/4 do que consome tem açúcar?

20/05/15 12:42

breakfast

Presente na despensa de todos nós o tradicional pacote de açúcar faz parte da lista de compras habitualmente, mas para além desta embalagem de açúcar sabe que outras fontes de açúcar escondido traz do supermercado? Que outras fontes consome diariamente sem perceber?

Deixar de adicionar açúcar no café ou reduzir o açúcar dos bolos pode ajudar a consumir menos mas não é suficiente, se o seu objectivo é limitar este tipo de hidrato de carbono simples na sua alimentação, é preciso ir mais longe.

A derradeira verdade é que cerca de 74% dos produtos processados e embalados têm açúcar adicionado na sua composição. Mas avaliar isso nem sempre é fácil, mesmo para os consumidores que lêem atentamente os rótulos, porque encontrar uma lista de ingredientes que não inclui açúcar, na prática, não significa que não o tenha. O açúcar pode aparecer mencionado sobre inúmeras formas no rótulo: xarope de milho, açúcar invertido, cana-de-açúcar, caramelo, melaço, dextrose, frutose, maltose e todos os que terminam em “ose”. Estes são apenas alguns exemplos porque a lista vai além de mais de 60 designações diferentes (1,2).

No entanto, é importante fazer a distinção entre os 2 tipos de açúcares presentes nos alimentos: os artificiais, referidos anteriormente e os naturais que existem no alimento sem terem sido adicionados como a lactose presente no leite ou a frutose na fruta (3).

Mas aqueles com que nos devemos preocupar são aqueles que a indústria alimentar adiciona frequentemente a inúmeros produtos, que a maioria nem imagina que tem açúcar na composição. Os mais facilmente detectados são aqueles que à partida já sabemos que têm açúcar, como os refrigerantes, o leite com chocolate ou os gelados, para além dos bolos, chocolates, gomas ou sobremesas lácteas. O problema reside naqueles quem nem imagina, aliás alguns dos alimentos que têm açúcar adicionado não têm um sabor doce o que dificulta essa percepção:

- bolachas ou cereais integrais

- pão de forma

- refeições pré-cozinhadas

- fiambre

- salsichas

- ketchup

- iogurtes

A verdade é que em maior ou menor quantidade 3/4 de tudo o que leva embalado do supermercado (1) tem alguma forma de açúcar adicionado, por isso uma das melhores estratégias é reduzir o consumo de alimentos muito processados e industrializados e alterar alguns hábitos alimentares como:

- trocar as sobremesas doces por uma peça de fruta;

- acompanhar as suas refeições com água em vez de sumos;

- fazer uma redução gradual do açúcar que consome no seu dia-a-dia para que o seu paladar se desabitue progressivamente;

- introduzir uma maior variedade de alimentos mais saudáveis nos seus hábitos como as sementes de linhaça.

Um estudo do início deste ano mostra que o consumo de linhaça pode ser benéfico para a redução da tensão arterial, para além das conhecidas propriedades para um melhor funcionamento do intestino (por ser rica em fibra) representa ainda uma importante fonte de antioxidantes (4,5).

Trocar alimentos poucos saudáveis por alimentos nutricionalmente mais interessantes só tem vantagens – reduz os malefícios provocados por alimentos ricos em açúcares e gorduras por alimentos ricos em vitaminas, minerais e que são bons para a sua saúde!

Patrícia Fernandes
Dietista
Licenciada em Dietética e Nutrição


Referências:

(1) Sugar Science - the unsweetened truth, University of California, San Francisco. Disponívelem: http:// www. sugarscience.org/what-is-sugarscience.html#.VTuHe9JViko

(2) Sugar 101, Nutrition Center American Heart Association Disponívelem: http://www.heart.org/ HEARTORG/GettingHealthy/NutritionCenter/HealthyEating/Sugar-101_UCM_306024_Article.jsp

(3) Sugar - Food Fact Sheet, British Dietetic Association – The  Association of UK Dietitians. Março 2014, actualizadoemOutubro 2014

(4) Impact of weight loss diet associated with flaxseed on inflammatory markers in men with cardiovascular risk factors: a clinical study,Cassani RS, Fassini PG, Silvah JH, Lima CM, Marchini JS. Nutrition Journal, Janeiro 2015

(5) Effects of brown and golden flaxseed on the lipid profile, glycemia, inflammatory biomarkers, blood pressure and body composition in overweight adolescents.Adriane M. Machado,Heberth de Paula, Luciane Daniele Cardoso, Neuza M.B. Costa, NutritionJournal, Maio 2014

Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado. Não deverá exceder a toma diária recomendada. Manter fora do alcance e da visão das crianças. Este Suplemento Alimentar não é um medicamento. Não tomar em caso de hipersensibilidade a um dos ingredientes. Recomenda-se o consumo de pelo menos 2 litros de água por dia. Não utilizar em caso de gravidez ou lactação. Indivíduos com uma condição médica conhecida devem consultar um médico antes de usar este ou qualquer suplemento dietético.

 
Posted in Conselhos de Nutrição By

Patrícia Fernandes

Post Comments

Enviar Comentários




* Campos obrigatórios

 
 
 
Ana Formafit